4 de janeiro de 2012

MORTES EVITÁVEIS

Foto: G1

No primeiros 80 minutos de 2012, uma tragédia entre tantas nesse trânsito violento que estamos vivenciando e assistindo todos os dias. Dois carros colidem num quase cruzamento, com semáforo, de duas avenidas importantes e conhecidas no bairro Jardim da Saúde, zona sul da capital paulista. e uma mulher e seu filho por nascer morrem. 

Digo quase cruzamento porque a av. Bosque da Saúde não é perfeitamente alinhada nos dois lados da av. Abraão de Morais, larga, de quatro faixas de rolamento. Quem vem pela av. Bosque da Saúde, de mão dupla, e quer continuar nela, precisa dobrar à direita na av. Abraão de Morais, andar alguns metros e pegar a esquerda, sempre com semáforo. Depois de passar pela av. Abraãode Morais, a av. Bosque da Saúde se torna mão única num pequeno trecho.

Tanto que quem trafega por ela no sentido contrário e deseja continuar pela av. Bosque da Saúde  é obrigado a sair à direita na rua Poranbaga, andar uns 50 metros, dobrar à esquerda na Tristão Mariano para logo chegar à av. Abraão de Morais, de onde pode atravessá-la para pegar a av. Bosque da Saúde. A travessia é controlada por semáforo também.


Analisando as fotos do acidente, era esse o trajeto do Fiat Idea que foi atingido pela perua Peugeot 206 no lado direito, mais para trás da coluna central, e que veio a tombar. A CET afirmou o mesmo, mas nada foi dito sobre avanço de sinal, que evidentemente houve. Qualquer dos dois veículos pode ter avançado e, com efeito, ontem foi divulgada notícia de que um passageiro da Peugeot, o corretor de imóveis Eduardo Goulart, 24 anos, afirmou que o Idea avançou o sinal.

Llilian Maria dos Santos, de 31 anos e grávida de 7 meses, estava no Idea e morreu ao chegar ao hospital.  Foi feita uma operação cesariana para tantar salvar o bebê, mas este faleceu algumas horas depois.

Quem dirigia o Idea?
No registro da ocorrência no 16º DP era Lilian quem dirigia, mas o irmão de Lilian, em entrevista televisiva, declarou ser o marido dela o motorista, Lilian estaria no banco traseiro "por estar grávida". Na colisão, Lilian foi atirada para fora do carro, sendo óbvio que ela não estava com o cinto de segurança atado. No Fiat estavam também a filha de 8 anos do casal e uma sobrinha, que não se feriram gravemente, e tampouco o marido, segundo o noticiário. Mas ontem foi noticiado também que o 16º DP já corrigiu o boletim de ocorrência e, de fato, quem dirigia o Idea era Landerson Correa Rodrigues, de 37 anos, marido de Lilian.

O Peugeot era dirigido por Carlos Alberto Aparecido Dias Fiori, 29 anos, com dois acompanhantes, um deles o Eduardo Goulart. Nenhum dos três se feriu com gravidade. Carlos Alberto, segundo a polícia, estava alcoolizado e foi preso, tendo sido transferido no dia seguinte para um Centro de Detenção Provisória. Ainda não se fala de fiança.



De todo esse lamentável acidente, e foi por isso que procurei descrever bem os fatos conhecidos, ficam as minhas observações:

1. Não existe sinal verde ou via preferencial, a qualquer hora do dia e da noite. Todo cruzamento e junção de vias – sem exceção – tem de ser atravessado olhando-se atentamente o tráfego transversal. De nada adianta esclarecer de quem foi a culpa, "mas eu estava na preferencial...:".

2. Se o carro tem cintos de segurança no banco traseiro, eles não estão li só para cumprir exigência legal, mas para serem usados. O código de trânsito e o bom senso determinam.

3. O Idea tinha películas nos vidros e, pelas fotos, até no pára-brisa; o Peugeot não tinha. Isso pode ter contribuído para o acidente. Menos visibilidade, especialmente à noite, é inadmissível.

4. Jamais se deve dirigir alcoolizado, mas se o fizer, dirija-se devagar e sobretudo respeitando os sinais de trânsito, em especial semáforos e placas de parada obrigatória ("Pare"), como comentei em post a respeito em setembro – que alguns leitores lamentavelmente não entenderam, achando que eu estava incitando a beber e dirigir. Ainda não foi divulgada a alcoolemia do motorista da Peugeot e a polícia até o momento nada disse sobre o motorista do Idea ter ou não bebido.

O quadro trágico do trânsito brasileiro não pode esperar mais.  Urge que o governo federal promova campanhas de segurança sérias pela televisão – e em horário nobre. Se transborda propaganda oficial do "Brasil, um País de todos" nos vários canais de tevê Brasil afora, são perfeitamente viáveis, política e finaceiramente, campanhas desse tipo.

BS

60 comentários:

  1. Aonde esta o Camaro??

    Como sabemos o vilão sempre é a imprudência e a falta de "noção" ao dirigir.

    ResponderExcluir
  2. Mister Fórmula Finesse04/01/12 12:11

    Observações muito sensatas Bob!

    Penso de modo igual; aliás...muito importante ressaltar mesmo a condição do cinto de segurança.

    De cada 300 mortes - se não me engano - 270 eram evitáveis pelo simples uso do cinto de segurança.

    Aqui no sul, novamente, mais um caso triste envolvendo agora uma modelo dirigindo alcoolizada, que atingiu na contra mão dois carros, matando os motoristas destes.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com as campanhas de segurança não só pela TV, mas em todas a mídias. Brasileiro não sabe dirigir e tampouco sabe se proteger.

    É inadmissível que pessoas em pleno século XXI não usem os cintos de segurança. Depois não adianta chorar.

    E o que dizer dos motoristas que usam fones nos ouvidos enquanto dirigem? E de motoristas que nunca utilizam as setas de direção e pensam que é besteira?

    E tem mais, nossos motoristas acreditam que se estão na preferencial tudo podem. Até morrer...Certa vez alguém me falou que pode até morrer na preferencial, mas se ele está "certo", não reduz a velocidade e nem procurar sair da pista. Como é bom morrer "certo", vocês não acham? Mas infelizmente é essa a mentalidade da maioria de nossos motoristas.

    CAMPANHA JÁ! E URGENTE!

    ResponderExcluir
  4. Johnconnor04/01/12 12:23

    Mais dois inocentes morreram por culpa dos outros.Não digo só dos motoristas, (um alcoolizado e outro que supostamente avançou sinal) mas principalmente culpa da administração publica que não investe em segurança passiva.E até quando as montadoras vão continuar despejando milhares de veiculos novos por dia nas ruas e estradas sem que o governo pense em criar um programa que dê incentivo para quem trocar um carro velho por um modelo novo.Hoje quem compra um carro novo vende o velho que vai passando de mão em mão até chegar ao ponto de trafegar "desintegrando".Não tem nada a ver com o caso em questão mas se fosse oferecido algum tipo de incentivo para quem troca um carro velho por um novo todo mundo sairia ganhando.O dono que ganharia em segurança e economia, as montadoras que certabente venderiam mais ainda, o governo pois seriam mais veiculos pagando IPVA e a sociedade como um todo pois aposto q a qualidade do ar iria melhorar.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Não sabia disso tudo Bob, achei que tivesse sido uma colisão traseira e a moça morreu pelo efeito chicote.

    Se não é carro importado, é alguém alcoolizado. Independente de estar errado ou certo, ele será o culpado pela imprensa sensacionalista.

    Triste. Não acho outra palavra para definir esta situação.

    E o advogado do camarada argumentará que, se ela estivesse de cinto, não teria morrido, além dos pontos que vocë levantou.

    Coitado do Juiz.

    ResponderExcluir
  7. Certa vez peguei carona com um motorista para ir até o interior do município.
    Quando ele me viu colocar o cinto, pediu que eu não o fizesse, porque as pessoas poderiam pensar me chamar de "riquinho" bobo da cidade.

    ResponderExcluir
  8. Já vi muito acidente em avenidas de 3 ou mais faixas porque as pessoas não tem noção que terão que cruzar váaarias faixas.

    Eu mesmo vi acontecer ao meu lado (quase comigo) um motoqueiro ser atropelado porque tentou cruzar no amarelo, mas eram 8 faixas no total. Quando ele estava cruzando a sexta faixa, já tinha aberto para a outra via fazia tempo.

    Pode ser que o Idea passou no semáforo "fechando", mas até cruzar a outra pista, estava fechado fazia tempo e deu-se o que deu...

    ResponderExcluir
  9. Puts, mas o insulfilm está ficando muito crítico. Um cara num sonata trancado inclusive no parabrisa derrubou meu irmão da moto, o cara saiu da vaga na rua e com certeza não o viu.

    E nesse natal eu estava indo para santos com a familia e tinha um corsa trancado também na faixa da esquerda e nós na direita, como ele estava mais lento acabamos ultrapassando ele, na hora em que meu carro estava na metado do dele apareceu outro imbecil correndo atrás do corsa dando sinal de luz. O corsa simplesmente veio pra direita, sem seta, sem olhar e sem nos ver.
    Se meu irmão que estava guiando não estivesse prestando atenção.. pronto, mais um acidentezinho besta e ridículo por causa da imprudência do outro que ficou empurrando e outro que não presta atenção.

    Uma vez alguém me falou que as pessoas viajam pra se matarem, e é verdade.

    O parabrisa do Ideia está tão escuro que parece espelho, olhem como reflete o asfalto.

    Querem fazer um teste: andem uma semana num carro sem película e depois andem novamente no com.

    Abs

    ResponderExcluir
  10. Bob, desencarna do Aqui Agora, só desgracêra!
    imagina você que costuma tomar duas 2 latinhas de cerveja e volta pra casa numa boa, com cuidado e devagar, aí vem um retardado, fura uma preferencial e te acerta, mermão, você tá FU e vão te culpar do acidente ainda por cima.

    ResponderExcluir
  11. O pior é que, tirando as crianças, não há inocente nesse caso!
    A grávida provavelmente estava sem cinto no banco traseiro e para ser arremessada pra fora, bem capaz que a porta estava destravada.
    E ambos os motoristas são suspeitos de causarem o acidente e pelo modo como a imprensa divulga a notícia, vai se dar mal o que tem a ficha mais suja, não importando quem realmente seja o culpado pelo acidente.

    ResponderExcluir
  12. Rafael Bruno04/01/12 13:27

    Bob, conhece bem ali pois moro bem próximo. A continuação da Abraao de Moraes, que é a Ricardo Jafet, é ridícula pra dizer o mínimo.
    Você está na segunda faixa por exemplo, ao cruzar o farol, vc se encontra no meio da primeira faixa, tendo que corrigir o carro...e claro, vem gente ao lado que não dá passagem.

    Difícil saber nesse acidente quem estava errado...aliás, todos tem sua parcela de culpa. Mas é capaz de a CET querer multar a Fiat e a Peugeot.

    ResponderExcluir
  13. Uber (04/01/12 13:04),

    As portas dos carros não fecham "mais" por estarem travadas. A trava apenas desabilita a abertura pelo lado de fora.

    ResponderExcluir
  14. FernandoSC04/01/12 13:55

    "imagina você que costuma tomar duas 2 latinhas de cerveja e volta pra casa numa boa, com cuidado e devagar, aí vem um retardado, fura uma preferencial e te acerta, mermão, você tá FU e vão te culpar do acidente ainda por cima"

    É disso que tenho mais medo. Ainda mais na nossa sociedade em que quase sempre quem morre está automaticamente perdoado do que fazia de errado, somando-se a nossa imprensa marrom - Globo, Record e Band - que cansaram de noticiar o acidente sem em nenhum momento levantar as ponderações feitas pelo Bob.
    Antes eu escrevia "Brasil, mostra tua cara". Hoje é "Brasil, salve-se quem puder."

    ResponderExcluir
  15. Habilitação "C" nos dois agora!

    Cada um que me aparece...

    ResponderExcluir
  16. Adiantou baixar a velocidade de 70 pra 60 na Abraão de Morais?

    Adiantou entupir de radares?

    Brasil um país de tolos.

    ResponderExcluir
  17. FernandoSC04/01/12 14:07

    Só complementando: insulfilm deveria ser simplesmente BANIDO, e com efeito retroativo: quem tem, se não arrancar, não licencia o carro. É inconstitucional? Entra na justiça, mas o carro só anda sem elas. A queda no número de acidentes à noite será imediata.
    Alguém tem que começar a bater forte a mão na mesa nesse país.
    Ah, é por motivo de segurança? Espero que pensem assim depois de sofrerem sequestro-relâmpago tranquilamente sem ninguém perceber nada do lado de fora. Ou depois de terem o vidro arrebentado para o ladrão conferir se não tinha nada dentro mesmo.

    ResponderExcluir
  18. Pedro de Albuquerque04/01/12 14:11

    Pior de tudo é que, se amanhã, o motorista do Peugeot for constatado que estava com álcool dentro dos limites de países civilizados, os cabeças de bagre invertem a culpa do acidente na hora: quem passou no semáforo vermelho vira santo!

    E o que tem de idiota com carro filmado pra ficar "lindão", até no para-brisa, esta demais.

    E outra, enchem tanto o saco com obrigatoriedade de itens de segurança é não usam, como um elementar cinto. Depois desta batida lateral, é certeza que já tem cabeça de pudim com campanha e tópicos pela intenet com o tema "air-bag lateral de série já".

    ResponderExcluir
  19. Para variar a imprensa já elegeu um culpado: o motorista do Peugeot, independentemente de ele estar ou não, embriagado, em alta velocidade, ter avançado ou não o semáforo vermelho.

    Mas digamos que o camarada do Peugeot tenha bebido uma latinha de cerveja (algo comum e que não altera em nada os reflexos para dirigir) e que o motorista da Idea tenha atravessado o sinal vermelho. Sabem que será o culpado? Alguma dúvida que o motorista do Peugeot será “crucificado” por ter destruído uma família, blá blá blá...

    Mas, independentemente disso, no Judiciário, se o rapaz contar com um bom advogado ele se safaria dessa. Pelo que se tem noticiado, o resultado da ação (morte da mãe e dos fetos) não foi causado pelo acidente em si, mas pela ausência do uso do cinto.

    Aliás, entendo que em casos semelhantes, como por ex., por falta de uso do cinto, a mãe viesse a perder o bebê, o MP deveria tomar alguma providência quanto à vida perdida por culpa exclusiva da mulher. Mas para isso teria de fazer um estudo sobre o assunto, se seria viável ou não...

    Numa analogia meio esdrúxula, seria como bater sem muita intensidade na traseira de outro veículo, mas no banco da frente deste estaria uma criança sem cinto que viesse a falecer por bater no parabrisa. O motorista do carro de trás – causador da colisão – certamente não seria condenado por homicídio culposo.

    Tudo é questão de prova.

    E também concordo com o comentário do FernandoSC. Costumo evitar ingerir qualquer bebida alcoólica antes de dirigir, mas as vezes tomo uma latinha de cerveja. Embora com os reflexos “em dia”, morro de medo de um imbecil causar um acidente, pois a latinha seria a vilã, “absolvendo” o eventual avanço de sinal vermelho pelo outro motorista.

    Aliás, muito se fala de radar e câmeras fotográficas. Se tem um lugar que concordo com a instalação é justamente nos semáforos. Não há desculpa para “furar” sinal.

    Embora a imprensa e as próprias autoridades “estimulem” ultrapassar o semáforo vermelho durante a noite. Absurdo total.


    Marco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois a noite eu prefiro passar sinal fechado do que ser assaltado ou sequestrado. Como seria bom viver num mundo perfeito...

      Excluir
  20. Eu estranhei muito o fato da mulher ter sido arremessada para fora do carro, era quase evidente que ela estava no banco traseiro e sem cinto de segurança.


    E quanto ao filme escuro nos vidros, meio off, mas... Realmente não entendo como tem gente com G5, ou mesmo G20 em todos os vidros, talvez menos no para-brisas que "consegue" dirigir de óculos escuros e vidros fechados.

    ResponderExcluir
  21. O governo federal será intensamente atacado se fizer uma grande campanha de conscientização de trânsito. A imprensa brasileira dirá que isto é uma afronta aos direitos individuais, que é censura, ditadura e tudo o mais. É assim com a reforma agrária, com os programas sociais, com a inclusão dos mais pobres.
    Não há solução para o trânsito no Brasil. Ele é um reflexo da sociedade brasileira. O automóvel em nosso país não é encarado como meio de transporte, mas como status.

    ResponderExcluir
  22. Antonio Pacheco04/01/12 15:12

    Bob, perfeitas as suas observações, principalmente a primeira. O que eu já escutei de gente que se acidentou e estava "na preferencial", ou "o sinal estava aberto" não é brincadeira.
    No trânsito, como em toda minha vida, levo o lema que eu ouvia meu avô dizer sempre: "É melhor dar passagem para um cachorro, do que ser mordido por ele". Com isso nunca me envolvi em nenhum acidente, mesmo rodando muito nos meus 20 anos de carteira.

    ResponderExcluir
  23. Ouvi falar de uma lei de que pedestre que atravessa a rodovia embaixo de passarela está cometendo tentativa de suicídio, não tendo direito a indenização e respondendo por tentativa de suicídio caso for causar acidente na rodovia.

    Acidentes onde o motorista ou ocupante do veículo estivessem sem cinto de segurança, bem como proprietários de veículos com insulfilme (visibilidade menor que 70%) deveriam responder por tentativa de suicídio, perdendo todos direitos de indenização e respondendo criminalmente por isto.

    Só assim para desestimular o uso indiscriminado de insulfilme nos carros e colocar na cabeça desta gente que não basta usar só cinto no banco da frente.

    Uma vergonha

    ResponderExcluir
  24. Como diz meu sogro, todo fato tem três versões, do envolvido "a", do envolvido "b" e a verdade.

    Em um acidente, os dois motoristas deveriam passar pelo teste da dosagem alcoólica. Pois quem garante que o motorista da Idea não estava alterado também? Não estou defendendo ninguém, apenas colocando uma hipótese.

    Outro ponto, esse bendito G5. 98% das cagadas que vejo alguém cometendo, o carro está "lacrado". A noite, realmente o carro fica com a visão muito prejudicada. E antes que alguém venha defender, já tive carro com essa "encrenca" nos vidros. É um lixo.

    E gozado, por que não existe campanha na internet nesses casos? Ahhh tá, ai não foi um cachorro que morreu, foi só uma mulher e um bebê. Que fique claro, adoro animais, tenho 5 cachorros, mas esse tipo de acontecimento também deveria ser divulgado.

    Alvaro
    www.gasolinanosangue.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Tem um detalhe: não querendo defender a moça que, supostamente avançou o sinal e estava sem cinto, mas a defesa do bebum desgraçado vai usar isso como defesa. Triste.

    João Paulo

    ResponderExcluir
  26. Alexandre - BH -04/01/12 16:10

    O brasileiro deveria ser educado para o trânsito desde os primeiros anos de vida. Como isso não acontece, precisamos de campanhas educativas chocantes, como se faz na Austrália. Os filmes da TAC (Transport Accident Commission) levam o sujeito refletir sobre o assunto.
    http://www.youtube.com/watch?v=7HwT-1Pzxyw

    ResponderExcluir
  27. Alexandre - BH -04/01/12 17:30

    Quanto ao cinto do banco traseiro, nossa teimosia em ignorá-lo tem explicação. Por décadas esse equipamento existiu apenas para cumprimento da norma, permanecendo esquecido debaixo do banco - como acontece até hoje - principalmente o do tipo subabdominal. Nunca houve incentivo para usá-lo. Outro fator que desmotiva o uso vem de falha da própria legislação. A Resolução 48 do CONTRAN permite que os cintos traseiros tenham regulagem manual. O resultado é um emaranhado de cadarços sobre o banco que nenhum cidadão comum consegue desatar (vide Fiat Mille). Por fim, a quase inexistência de fiscalização através de abordagem. Por praticidade, preguiça e omissão, nossas autoridades preferiram transformar a maior parte do Código de Trânsito Brasileiro em letra morta, optando pela certeira e lucrativa fiscalização eletrônica. Dessa forma, não existe um agente de trânsito para educar, repreender e autuar o infrator. Apenas uma guia a ser paga, com uma linda foto do veículo, entregue no conforto do lar graças ao eficiente delivery oficial.

    ResponderExcluir
  28. Nenhum tipo de fiscalização tira motoristas ruins da rua. Eu mesmo nunca vou ser pego na lateral em um cruzamento. Tiro o pé em todos. E a noite paro em todos.

    ResponderExcluir
  29. Mas pensem na "vantagem" do filme escuro nos vidros: Você pode andar sem cinto (inclusive nos bancos da frente) sem ser multado...

    ResponderExcluir
  30. Marcelo Junji04/01/12 19:10

    Não sei se é impressão minha, mas desconfio que a Fiat projeta mal o sistema de cintos de segurança de seus carros, parece que o da Fiat é mais frágil que de outras marcas.

    ResponderExcluir
  31. Perfeito, Alexandre-BH. Agora, extintor de incêndio eles exigem e ai daquele que for pego com o mesmo vencido!

    João Paulo

    ResponderExcluir
  32. birita e g5, uma combinação perfeita!

    já tive carro com g5, e é uma verdadeira bosta!!

    hj em dia só dirijo "aquário", com toda certeza, é assim que tem que ser..ainda mais com essa quantidade de retardados habilitados.

    madames que tiram a carteia num dia, no outro já metem uns óculos escuros e saem entrando na frente de todo mundo como se não houvessem mais pessoas no mundo..

    ResponderExcluir
  33. É triste ver acidentes de trânsito. E o brasileiro está dirigindo cada vez pior.

    A questão é: falta policiais nas ruas, fazendo abordagens e metendo na cadeia motoristas embriagados, e impedindo motoristas impossibilitados de dirigir.

    Já vi casos em que um motorista de ônibus teve um derrame enquanto dirigia e não percebeu (como acontece em alguns casos). Não me lembro o desfecho da história, mas não foi muito bom.

    Uma lei que eu gostaria de propor é: carro com insulfilm só poderia trafegar com os vidros laterais abaixados, e ponto final. Ninguém mandou colocar essa b* no vidro.

    ResponderExcluir
  34. Alexandre-BH,

    O brasileiro deveria ser EDUCADO, ai naturalmente iria se refletir no trânsito e em qualquer lugar... rs ta fácil viu..

    ResponderExcluir
  35. Vamo lá:

    Avanço de sinal fechado

    Embriaguez

    Falta do uso do cinto

    E lá vem o Bob c/ o nhenhenhém de Insulfim DE NOVO!

    ResponderExcluir
  36. Sergio Masa05/01/12 00:25

    olha só isso:
    http://www.difusora910.com.br/2011/n/noticias/jovens_morrem_em_acidente_no_trecho_sul_da_br_101_em_paulo_lopes-75237
    os caras na contramao, morreram 2. o tiida sedan que tem 4 estrelas no latinncap os ocupantes nao tiveram nem lesoes leves.

    ResponderExcluir
  37. Bebeu e bateu ? cana nele !

    ResponderExcluir
  38. Alvaro, diferentemente do pobre cachorrinho, os humanos são seres racionais.

    Acho que as mortes do trânsito advêm tão somente do egoísmo, para não falar burrice mesmo.

    É inadmissível pensar que um motorista habilitado não saiba que todos os ocupantes devem estar com cinto atado antes de se iniciar a viagem, que não se deve beber, avançar sinais, etc..

    Não há que se falar em desconhecimento, e sim em pura imprudência e negligência.

    ResponderExcluir
  39. A pior coisa do filme escuro é te desconectar do mundo ao redor. Carro não é uma célula fechada totalmente. É uma casca de ovo a ponto de colidir com outra a qualquer momento senão com intervenção humana constante.

    Agora quando a intervenção humana é pior do que a já crítica condição da física, aí lascou-se.

    ResponderExcluir
  40. Pisca
    E de novo, e de novo, e de novo, e de novo – até o brasileiro ficar inteligente. Já está começando a acontecer. Motorista tem que ter visibilidade e ponto final.

    ResponderExcluir
  41. Anônimo 4/1 13:02
    Só bate ou só leva batida em cruzamento quem quer. Releia o primeiro tópico das minhas recomendações final.

    ResponderExcluir
  42. Eduardo Costa
    Parabéns pela atitude em relação aos cruzamentos.

    ResponderExcluir
  43. Desculpe, Bob, mas tenho que discordar em um ponto: existem vias preferenciais, sim.

    O Código de Trânsito Brasileiro sita preferência de passagam nos artigos 29, 36, 38, 44, 57, 58, 70, 186, 214, 215 e 217.

    No anexo II do CTB e nas resoluções 160/2004 e 180/2005 que tratam de sinalização vertical existe o grupo de placas denominado Preferência de Passagem, composto pelas placas R-1, o conhecido sinal de PARE e R-2, um triângulo invertido, de cor vermelha sobre fundo branco, que significa "Dê a preferência".

    Todos os habilitados tem conhecimento dessa sinalização. Mas nem sempre respeitam.

    ResponderExcluir
  44. PG
    É claro que existem vias preferenciais, eu não disse que não, mas quem não quiser sofrer acidente num cruzamento deve desconsiderá-las e observar atentamente o tráfego transversal. Até com sinal verde, se houver. No Código Nacional de Trânsito de 1966 havia placa específica para via preferencial, que foi eliminada no atual.

    ResponderExcluir
  45. Não vai resultar em nada, como em 92% dos acidentes. As estatísticas judiciárias comprovam.
    Meio off-topic: a questão dos carros importados. Deus dá asas a quem não sabe voar. Lamentável.

    ResponderExcluir
  46. Bem, antes tarde do que nunca...tb acho, bebeu, cheirou, fumou, e dirigiu e matou, cana nele...
    Mas acho tb q a obrigatoriedade do teste do bafômetro deve ser para ambos os motoristas, e não só para o que menos se feriu na batida.
    Neste caso parece q a culpa foi do Idea, q furou o sinal. E além disso, a moça ainda estava sem o cinto, e além disso, quem garante o q marido, q foi o causador da batida(se comprovado q furou o sinal) tb não bebeu e pos em risco sua família. A este, cana tb.

    ResponderExcluir
  47. Infelizmente, se for verídico o fato de que o Idea avançou o sinal, a culpa é integralmente dele, não importando o fato do outro motorista estar embriagado.

    O motorista do 206 deve responder sim, mas tão somente quanto ao fato de dirigir sob influência de álcool, e não por ter causado o acidente ou morte da mulher.

    É bom frisar que a morte se deu por negligência da vítima, que não estava de cinto, fato este que se comprova por nenhum outro envolvido se ferir gravemente.

    ResponderExcluir
  48. É uma lástima o que ocorre e pelo visto continuará ocorrendo no trânsito brasileiro. Concordo com que o Johnconnor disse lá em cima. Se não me engano, em países de 1º mundo já ocorre algo semelhante.

    ResponderExcluir
  49. Pedro de Albuquerque05/01/12 23:50

    O senhor tem alguma ilustração desta placa de via preferencial?

    E nos outros países, ainda existe?

    ResponderExcluir
  50. Crianças se educam... Adultos se multan. Se o cara já tem carteira então já sabe o que pode e não pode fazer. Como diz o ditado: pau que cresce torto, morre torto.

    ResponderExcluir
  51. Para o Johnconnor: eram dois carros novos e os sistemas de segurança disponíveis não foram usados (cinto). Não adianta ficar com este discurso de colocar a culpa no governo.

    ResponderExcluir
  52. Bebeu e dirigir tem mais é que se ferrar. Não interessa a quantidade. É que nem velocidade: eu estou bem...sei o que estou fazendo.

    ResponderExcluir
  53. Pau que nasce torto mija fora da bacia.

    ResponderExcluir
  54. Captive Honour - Megadeth06/01/12 09:37

    Mate um homem e você é um assassino, mate muito e você é um conquistador, mate todos e você é um..... Deus!

    ResponderExcluir
  55. * mate muitos

    ResponderExcluir
  56. E agora hein? Mostraram a cena da batida onde mostra CLARAMENTE q o motorista-traficante do Idea FUROU o sinal vermelho.

    Lembre-se q no 1º depoimento do motorista do Idea ele disse q kem dirigia o carro era a esposa!

    Sabe pq? Pq ele estava BÊBADO tbm!!!

    História IDÊNTICA ao do Porsche!!!

    ResponderExcluir
  57. O pessoal da CET já deve estar planejando reduzir ainda mais o limite de velocidade para solucionar o problema. Afinal, não importa se o problema é motorista bêbado, avançando sinal vermelho, falando no celular, desviando da buraqueira ou mesmo desviando de pedestre que aparece cruzando a rua do nada, para a CET todos os acidentes são causados por excesso de velocidade!

    Ao invés de fazer campanhas educacionais decentes, fiscalizar a alcolimia, os métodos de ensino dos CFCs e as provas de motoristas, preferem simplesmente ficar de olho no quanto vão ganhar com a arrecadação das multas.

    ResponderExcluir
  58. Bem se vê que o tal BS pouco sabe sobre código de trânsito ao dizer que a placa de "dê a preferência" (R-2) não existe mais. Era bom ele se atualizar e ter conhecimento sobre o que escreve.

    ResponderExcluir
  59. Anônimo 8/1 21:01
    Pelo jeito você não sabe a diferença entre via preferencial e 'dê a preferência'. Volte para a escola.

    ResponderExcluir

O Ae mudou de casa! Todos os posts do blog foram migrados para o site. Por favor busque por este post no site e deixe o seu comentário lá.
Um abraço!
www.autoentusiastas.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...